Social Icons

domingo, 21 de dezembro de 2014

[Arte] O mundo fantástico e misterioso de Yoshitaka Amano



Se você é fã da franquia Final Fantasy, a chance do nome Yoshitaka Amano não ser estranho é bem alta. Afinal, ele é o responsável principalmente pelos logos dos títulos da série, além de cuidar das ilustrações, imagens promocionais e design dos personagens dos games mais antigos. Atualmente, o trabalho dele é bem pouco presente dentro da Square-Enix, o que é uma pena porque a arte dele é realmente linda e única (só a Squenix mesmo pra ter um artista desses em mãos mas usá-lo basicamente pra fazer o desenho dos títulos ¬¬'). Seu portfólio é bem extenso, destacando-se além dos bicos nos FFs seu trabalho com a série de light novels Vampire Hunter D, a arte da novela The fuderoso Sandman: The Dream Hunters (gente, o japa já trabalhou com o MESTRE Neil Gaiman, quer mais respeito??), e a história e arte de Tenshi no Tamago, uma animação surrealista cult que é conhecida como uma pintura animada (tipo, "só" isso).

Essa cena dispensa comentários, não é mesmo? :')


A arte de Amano é bem característica. Utilizando da técnica de litografia, pintando com tinta acrílico e ainda recebendo influências do ukyio-e, a pintura tradicional japonesa, o artista cria obras raras, misteriosas e belíssimas. Também vejo influências do clima místico e misterioso do Simbolismo, além dos rebuscamentos e da elegância típicos do Art Nouveau não que eu seja um curador de arte :P. Os traços são levíssimos, quase invisíveis, e tudo tem um visual exótico e mágico, quase como que seus enigmáticos personagens estivessem saído de outro mundo. O que acho bem interessante no seu trabalho é a forma que ele mistura as temáticas medievais e futuristas presentes nos jogos da série Final Fantasy com elementos estéticos orientais, tanto japoneses quanto vindos do Oriente Médio. Vemos muitos ornamentos, colares, tecidos e cores diversas (ou não tantas, ele trabalha com o monocromático muito bem também). Mas enfim, pra quê falar quando você pode ver? Veja abaixo uma seleção com mais algumas imagens desse grande arti:

Artwork da Crystal Tower, de Final Fantasy III

Uma das boxarts japonesas de Final Fantasy XI (e a mais linda da série, na minha humilde opinião)

Essa aqui veio de Mateki: The Magic Flute, interpretação feita por Amano da ópera homônima de Mozart

Maten, um artbook de Vampire Hunter D






























Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Muito legal, cara! Analisou bem o trabalho dele XD

    Estranho mesmo eles não utilizarem mais tanto o trabalho do Amano...bom, vai saber as tretas lá dentro da Square :v

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu! o/

      Acho que é pq a Square quer algo com uma estética mais pop, mais anime. Eles devem achar que o jogo ficaria "artístico" demais com Amano comandando a arte

      Excluir
  2. Realmente, o trabalho dele é lindo e impecável!

    Mas concordo com o que o pedro disse, se ele comandasse a arte teríamos um jogo muit mais artístico, o que era super válido pra gerações anteriores, mas que nas novas gerações não sei se cairia muito bem....

    Mesmo assim, é um deleite para os olhos trabalhos como esse!
    Parabéns pela postagem Pedro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, pq vc não acha que seria legal nas gerações atuais? Eu acho o contrário, que o poder técnico dessa geração possibilitaria mais essa inclinação artística. Acho que seria melhor para reproduzir o estilo dele.

      E valeu! :D

      Excluir

Caro visitante!

Você é muito bem vindo para comentar no nosso blog, contudo, pedimos que respeite os demais usuários e não utilizem palavras de baixo calão!

Obrigado,
Equipe Games com Limão!

 

Seguidores