Social Icons

sábado, 15 de março de 2014

Bravely Default Review


Venho mais uma vez aqui para falar de Bravely Default, o incrível e mais novo JRPG da Square Enix, para o 3DS. Dessa vez eu já joguei o suficiente para poder escrever uma review definitiva do jogo, então vamos lá:

A história de Bravely Default é simples, mas o seu desenvolvimento é muito bom: o equilíbrio do mundo é mantido pelos 4 cristais, que são os cristais do vento, água, fogo e terra. Em determinado momento, uma escuridão envolve esses cristais, acabando com esse equilíbrio. Agnès, uma das personagens principais, é uma das chamadas Vestals, guardiãs desses cristais e, a partir disso, tenta retirar essa escuridão do seu cristal, o Cristal do Vento. Nisso acaba conhecendo Tiz, que teve o seu vilarejo, Norende, destruído por essa escuridão, e é o único sobrevivente. Eles acabam se juntando, e nessa jornada acabam encontrando outros dois personagens, Ringabel, um cara mulherengo que perdeu todas as suas memórias e Edea, uma garota que fazia parte do chamado "Duchy of Eternia", um grupo que é contra as vestals e os cristais, no qual o seu pai é líder. A partir daí é que a jornada desses 4 heróis começa de fato, com o objetivo de restaurar o equilíbrio do mundo e expulsar a escuridão dos cristais.
Bravely Default é um game nos moldes antigos, lembra muito os antigos Final fantasys. O sistema de combate é por turnos, só que com um diferencial: existem os chamados Battle Points(BP). Esses BPs atuam em conjunto com o sistema "Brave" e "Default". Nas batalhas, ao selecionar "Default", você pula aquele turno para ganhar +1 BP, seria como se fosse um comando "Defend" ou "Standby". Já o comando "Brave" usa esses BPs para que naquele turno,você possa agir mais de uma vez. Mas, como suas ações dependem de BP, se abusar do comando "Brave", vai acabar com BP negativo e não poderá agir nos próximos turnos, até que fique com 0 BP novamente. 

Além do sistema de combate ser muito bom,o jogo ainda conta com um Job System, onde você pode mudar os seus personagens de Job a qualquer momento! Essas jobs vão sendo disponíveis à medida em que você vai derrotando os bosses.

Além disso, o game tem um World Map, batalhas aleatórias enquanto anda pelo cenário, gráficos muito bonitos, lojas para comprar itens, equips e magias, uma trilha sonora muito boa e um "mini game" onde você aos poucos vai reconstruindo a cidade de Norende, onde você pode ir construindo/melhorando lojas, abrindo assim novos itens para comprar, tudo isso dependendo de tempo real para construir.

BD ainda utiliza o sistema de Streetpass do 3DS para recrutar mais pessoas para Norende( assim demorando menos tempo para construir o que você quiser), além de poder invocar amigos para te ajudar no game. Esse recrutamento também pode ser realizado uma vez ao dia através da internet.

Outra coisa muito legal no jogo é que existem ataques especiais que podem ser realizados depois de você cumprir certas condições, como por exemplo usar "Brave" 10 vezes, como no exemplo acima.


O interessante é que todos os especiais contam com uma customização completa, desde os movimentos que serão realizados, efeitos a mais nesses ataques e até mesmo a frase que o personagem irá falar ao usar esse ataque especial!

Conclusão

Bravely Default é perfeito para qualquer fã de JRPGs, tudo nesse jogo é muito bem feito, desde os lindos cenários, ótima trilha sonora e enredo com um bom desenvolvimento, até às batalhas divertidas e desafiadoras. Até mesmo a dublagem em inglês cumpre bem o seu papel, na minha opinião. Recomendo com certeza!

Notas
Gráficos - 9 limonadas
Jogabilidade - 10 limonadas
Enredo - 8 limonadas
Trilha Sonora - 10 limonadas

Nota final - 9,5 limonadas





Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Pow Mateus!

    Toda vez que vc fala do Bravely Default me dá uma dorzinha por não ter um 3DS! Hahahaha....

    O jogo parece incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito bom, ao meu ver vale muito a pena comprar ele!

      Excluir
  2. Hahahaha
    Bravely Default foi, junto com a Xillia, a melhor surpresa que eu tive no ano passado.
    É simplesmente perfeito! Tudo!
    Fica um pouco chato nos capítulos 5~7 mas o combate e o sistema de jobs é tão divertido que deu pra ignorar e passar por cima.
    O jogo é tão simples e ainda assim tão genial que me deixou impressionado. Idéias como customizar o elemento e os atributos que eu quero que meus ataques especiais tenham, o sistema de Brevaly/Default, a reconstrução de Norende que apesar de opcional ajuda bastante e até a maravilhosa arte de colocar os combates randômicos com frequência máxima ou desativá-los por completo são coisas que dão uma aula de como inovar em um gênero sem retirar sua essência.
    Só estou terminando de colocar todos os jobs no lvl 14 pra parar de jogar ele e será com uma grande tristeza no coração. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, BD foi uma ótima surpresa!
      E que venham mais RPGs assim XD

      Excluir

Caro visitante!

Você é muito bem vindo para comentar no nosso blog, contudo, pedimos que respeite os demais usuários e não utilizem palavras de baixo calão!

Obrigado,
Equipe Games com Limão!

 

Seguidores